FANDOM


Nuvola apps bookcase
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.


Avaliação de Sistemas de Controles de Playstation trata-se de uma dissertação de Mestrado Profissionalizante em Diversões Eletrônicas apresentada ao Programa de Combate à Piratatria e Pós-Graduação da Universidade Pontíficia Desciclopediana como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Diversões Eletrônicas.

Resumo Editar

Ficheiro:Polystationaaa.jpg

O risco de uma insituição financeira ou qualquer outra empresa corre ao comprar controles de Playstation falsificados é uma preocupação fundamental de todo e qualquer acionista ou pai que investe na empresa/filho.

Para assegurar-se que este problema potencial é controlado de forma confiável e adequado por um programa de combate à piratia, a Alta Administração ou a Dona do Lar delega a profissionais especializados, tais como, auditores, policiais federais ou metropolitanos, gestores de qualidade, entre outros, a responsabilidade por avaliar a segurança e qualidade dos controles.

A contribuição deste trabalho está na apresentação de questões relevantes na avaliação da qualidade dos controles de Playstation na diversão em horas vagas de uma instituição financeira ou na diversão em hora vaga de um jovem qualquer com foco baseado nos jogos de Winning Eleven. Desta forma, a dissertação, é voltada também aos universitários e pessoas já formadas também que realizam pequenos torneios aos sábados do jogo citado acima.

Esta dissetação buscou elucidar diversas questões relevantes, tais como:

  1. Quais são as normas brasileiras e internacionais que fiscalizam a produção de controles?
  2. Quais são as metodologias disponíveis para realização destas avaliações?
  3. Que riscos relevantes podem ocorrer ao comprar um controle pirata?
  4. A ingestão de bebidas alcoólicas, durante o manuseio, interfere também mesmo sendo um controle original?

Esse trabalho avalia as possíveis respostas a tais questões, mencionando elementos que podem contribuir para um melhor entendimento das avaliações dos controles de Playstation.

Introdução Editar

Ficheiro:Zico.jpg

Em 1994 foi criado o Comitê de Supervisão da Basiléia - Comitê para supervisionar as produções de controles de Playstation em diversas fábricas espalhadas pelo mundo e, em 1997, o Comitê emitiu os 25 Princípios para Fiscalização de Controle Eficaz para fortalecer a solidez dos consoles de video-games. Com base nas recomendações do Comitê, o Banco Central do Brasil, com a participação de Zico, editou norma(Resolução 2554/98) que dispõe sobre a necessidade de implantação e implementação de uma fiscalização na produção dos controles.

Objetivo Editar

O objetivo desta dissertação está relacionado às explorações de práticas e dos principais issues inerentes às verificações da originalidade dos controles. Neste contexto, é necessária a abordagem dos seguintes temas:

  • Apresentação de uma metodologia de atuação, com a descrição das etapas dos processos e

dos principais temas que as pessoas devem focar ao jogar WE;

  • Sugerir a abordagem de fatores críticos na avaliação dos controles de um jogo diferente do citado acima.

A Importância do Problema Editar

A internacionalização dos conhecimentos, com o crescimento da pirataria dos controles, tornaram as atividades e os riscos cada vez mais complexos e difíceis de serem avaliados. Segundo Seu Creysson(2002) o crescimento exponencial da pirataria abusiva nos controles de Playstation, aumentou a preocupação de órgãos internacionais sobre o problema e, neste contexto, o estudo de casos como este evidenciam que dois tipos de parafusos e o silicone usado na lateral dos controles facilitam a falsificação.

Nascimento(2007) menciona que as autoridades responsáveis pelo setor não cumprem seu papel corretamente e mostra preocupação com o crescente número de playboyzinhos de merda que procuram lucros subadjacentes da droga, fazendo a falsificação do controle.

Estudo de Caso Editar

Após diversas análises, CPI's, estudos, pesquisas, apreensões e tiroteios, os resultados foram organizados conforme o referencial teórico institucional. Durante a megaoperação em conjunto com o BOPE e a SWAT, que serviu de base para esta análise, foram apreendidos 10 traficantes, sendo 6 deles ligados ao tráfico de gatos e, os outros quatro, ligado ao tráfico de controles falsificados de Playstation. Todos os traficantes foram estuprados interrogados e seu nível de participação no crime foi arquivado e catalogado para estudos posteriores. Um dos presos morreu após contato com o saco plástico, portanto tal respondente não foi incluído na amostra, de maneira intencional.

Uma vez analisados os fatores preditivos que apontaram as possíveis resposta para o crescente tráfico de controles de Playstation, foram relcionados com o custo-padrão, que foi evidenciada com base no grau de concordância.

Relatório do Estudo de Caso Editar

O relatório do estudo de caso e os resultados das pesquisas foram revistos por um dos executivos-chefes da Sony Nintendo, Shigeru Myamoto, que validou externamente os resultados conforme determina Yin(2005). O estudo permitiu a identificação de diversos aspectos ligados ao crime organizado dos controles e a identificação de seus colaboradores que podem influir no aumento da crise.

Conclusões Editar

Ficheiro:Euvendo.jpeg

Foram constatados:

  1. Apesar de existirem órgãos brasileiros para fiscalizar os controles de Playstation, seus colaboradores atuam de forma passiva não prestando seu devido serviço. O relatório ainda conclue a presença de propina entre os colaboradores dos órgãos brasileiros, pois diversas garagens de cargos baixos contém carros de alto nível.
  2. Ao todo, existem hoje 37 metodologias ativas para conter o problema emergente. Porém somente a aplicada pelo esquadrão do BOPE apresentou resultados satisfatórios com 97% de aproveitamento.
  3. O uso consciente do controle pirata de Playstation leva a diversos problemas, porém o maior problema constatado foi o de dissabores entre amigos onde quem usava o controle original levou a melhor na partida e, o segundo foi as vias de fato por ter usado o controle paralelo e não aguentado as chacotas.
  4. O uso consciente de controle pirata de Playstation sob consumo de bebidas alcoólicas leva aos mesmos problemas citados no item 3.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.