FANDOM


Nuvola apps bookcase
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

O filho do comunista

A professora numa sala de aula, resolve contar a história dos Três Porquinhos para seus alunos e logo após, passa uma redação para casa para que eles falem o que aprenderam com a fábula.

Redação de MariazinhaEditar

A menina mais popular da classe.

Professora, eu aprendi que a gente tem que ser bonzinho, porque os porquinhos são animaizinhos, bonitinhos e fofinhos e bonzinhos e legais

Redação de CarlinhosEditar

O amigo de todo mundo.

Eu aprendi que tijolo é melhor que madeira e folha. Eu aprendi que tenho que ser bonzinho com meus amigos porque eu gosto deles e não quero que eles sejam comidos pelo Lobo Mau

Redação do JoãozinhoEditar

O menino peralta.

Eu aprendi que vou querer ser rico, e vou ter uma casa de tijolo, e vou matar o Lobo Mau antes do caçador, porque papai tem uma arma, e ele é super-herói. Eu vou matar o Lobo Mau! E vou ter uma capa e vou voar

Redação da LuizaEditar

A menina que ama os animais

Eu aprendi que não vou comer mais carne na VIDA!

Redação de ErnestinhoEditar

Aós corrigir todas as redações, a última

Professora, aprendi que a sociedade capitalista é cruel, visto que pela ótica Marxista, o Lobo Mau representa a minoria frente a burguesia, ele é apenas um sem-teto que combatia a concentração de propriedade, sua luta contra os três porcos capitalistas é uma representação da luta de classes real. Aprendi também que a escola é feita para formatar crianças em adultos conformados com esta sociedade injusta que se submete ao imperalista internacional e ao ente maligno do capital.

O Lobo é apenas mais um indiviudo marginalizado, bestializado pelo Sistema e pela Mídia, que visa deturpar a verdade. O desfecho com sua derrota é a clara tentativa promíscua de doutrinar à nós, crianças inocentes, a nos conformar com este sistema injusto imposto.

Por isso exijo que me dê um DEZ assim como todos os outros, porque somos todos iguais, ou você estará ensinando mais uma lição cruel do capitalismo?

Ernesto Chê Guevara da Silva Junior

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.