FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Roma, Espanha - Investigadores portugueses revelaram que o novo arcebispo de Varsóvia, Maxwell Bond Smart, também conhecido como Padre 86 ou Coroinha 007, colaborou com a polícia secreta do país na era comunista.

Por JR, direto de Roma.

O ouvidor-geral da Polônia, Jacinto Pinto, disse que os arquivos examinados mostraram que Bond trabalhou como espião para a polícia inglesa nos anos 1970.

Ele admitiu ter tido contatos com a MI-6, mas negou ter relações intimas com padres, segundo a mídia polonesa, que o entrevistou no cone do silencio.

O correspondente do Globo Rural em Varsóvia, diz que as autoridades comunistas da Igreja Universal tinham um interesse especial em se infiltrar na Igreja Católica porque eles a viam como um centro de resistência, mas a maioria dos padres se recusava a passar informações sobre os colegas, que estão disponíveis apenas na Internet (www.euseioquevocesfizeramnoveraopassado.com)

Após as acusações sobre Bond que aparecerem pela primeira vez, há duas semanas, ele as classificou de falsas e acabou torrando dois jornalistas enquanto acertava os ponteiros de seu relógio. Após o incidente, utilizou seu sapato para efetuar várias ligações e classificou o episódio como sendo “Um velho truque da mídia”.

Os centros de Umbanda, Macumba e a Igreja Universal, mostraram total apoio a Bond.

Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.