FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Santo André, Brasil -

A Prefeitura do condado de Santo André impos uma nova lei que multa todo e qualquer cidadão que usufrua de serviços inóspitos pagos pela cidade.

Liderada pela professora Bruna Surfistinha, a Associação Cristã de Moças da cidade de Santo André, no Brasil, oferecerão seus serviços de graça a clientes que sejam multados pela polícia em protesto contra nova ordem da prefeitura para coibir clientes da Casa da Mãe Joana. A multa de 69 reais também se aplica a qualquer pessoa que se vista em público de modo que ofenda a "decência pública", segundo a agência Tabajara.

2.654 pessoas já foram multadas desde a entrada em vigor da nova lei. Segundo jornais locais, mais de 80% das profissionais aderiram ao protesto contra as multas. Cada uma delas exibirá um distintivo cor-de-rosa, para que o cliente saiba que será "reembolsado" caso seja multado.

Elas estão organizando também uma marcha no dia 24 de Setembro, em apoio aos direitos de seus clientes e à "função social" da prostituição na sociedade. Ao final da marcha, elas ficarão nuas e praticarão atividades inóspitas.



Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.