FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Ficheiro:Chapolin2.jpg
Ficheiro:Florinda madruga girafales.jpg

TANGAMANDÁPIO, Playa de Acapulco, Cochas Bambas, EUA do Sul - Chaves e Chapolin deram entrevista esta tarde e negaram quaisquer envolvimentos com Cheiramento de Gatinhos conforme fora anunciado na imprensa depois da declaração de Diego Armando Maradona, antigo chefe do Cartel de la Boca em Buenos Aires, Argentina. Maradona é autor de um livro de publicação próxima intitulado "El hijo de la puta" e afirmou em entrevista à Desciclopédia que ambos e o cantor ator modelo argentino Carlitos Tevez participaram, e, inclusive, atuaram, em festas dadas por seu pai Diego Maradona.

Chapolin esclareceu que nunca teve conhecimento de ter ajudado narcotraficantes e sustentou que quando vem em "ajuda aos frascos e comprimidos" (sic), não solicita aos presentes suas identificações, tampouco cartas de recomendação ou antecedentes penais. Chaves afirmou também que não pode assegurar que todos os empresários que os contrataram ao longo de sua carreira (Sílvio Santos) foram honoráveis, mas sim que não teve vínculos com personagens obscuros, exceções feitas à Chiquinha e Kiko, este último filho de Carlos Alberto Parreira, ex-técnico da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Alemanha em 2007.

Dois dos ícones da TV latino-americana (Televisa e SBT), apontaram que trabalharam durante toda sua vida para ter o que têm (uma marreta biônica, um frasco de pílulas encolhedoras de nanicolina e um barril), sempre de forma honesta, seja vendendo churros para Seu Madruga, limpando o restaurante de Dona Florinda ou cobrando aluguel para o Senhor Barriga.

Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.