FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

MEXICO CITY, Estados Unidos - Ainda não foi desta vez que o Brasil teve uma Miss Universo, e se depender de Donald Duck Trump, não será nunca mais. A Miss Brasil, Natália Guimarães, apesar de ser a grande favorita e a mais gostosa de todas, perdeu o título para a Miss Antártida, nascida no Japão, Zee Brane. A cerimônia aconteceu no Gambiarra's Auditorium, no México.

O grande momento da noite, porém, foi a queda da Miss Estados Unidos, Daisy Duck, após escorregar em uma casca de banana jogada por um manifestante mexicano. Ela foi vaiadíssima, uma vez que todos - todos mesmo - queriam que a Miss Brasil fosse a vencedora, afinal o Brasil precisava de pelo menos uma razão para se orgulhar depois da Copa de 2006. Mas não foi o que aconteceu.

As 5 finalistas, além da Miss EUA, Miss Brasil e Miss Antártida eram a Miss Venezuela (outra que podia ter ganho, porque era mó gata) e a Miss Coréia.

Estima-se que a Miss Antártida - que sequer era apontada como favorita - ganhou porque tinha um caso com o grande organizador do evento, Donald Duck Trump - aquele d'O Aprendiz norte-americano - e ele pagou três sobrinhos dele para serem jurados (Huguinho, Zezinho e Luizinho). Ao ser anunciado o resultado, o público vaiou estrondosamente e gritou "Brazil! Brazil! Brazil!" e "Hey, Trump, stick it in your ass!".

Não foi a primeira vez que o Brasil sofreu uma injustiça neste tipo de concurso. Em 1954, a então Miss Brasil Marta Rocha perdeu o título porque Ebenezer Patinhas Trump, tio de Donald, pagou(30 centavos a hora)para o namorado da Miss Estados Unidos - a vencedora - ser jurado. A desculpa foi de que Marta tinha duas polegadas a mais, mas todos sabem que não cola.

Ah, ia me esquecendo: ainda houve um show do RBD, mas quase ninguém viu.

Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.