FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

TIRO DE JANEIRO, País do Impunes - Representantes de organizações não-governamentais, como Trafico & Saúde, Tiro do Morro, Cadeia Limpa, Mata & Leva, entre outras, de representantes do crime e donos do Rio de Janeiro, vão se reunir na terça-feira com o supremo Fernandinho Cheira Nomar, dono da Segurança do Rio, para pedir um tempo nas operações em favelas, a melhoria no equipamento antitanque, e o reforço das demais favelas. "A operação no Complexo do Alemão mostra que desta vez, o bicho pegou e para continuar precisaremos de reforços do pessoal da condicional", diz Sandra do Caralho, coordenadora da ONG. Na avaliação dos bandidos, o governador Pedro Álvares Cabral (PCCDB) deve assumir o compromisso feito em campanha e ir atrás apenas das maquinas de caça-níqueis.

O presidente dos Direitos Humanos (dos Presos), Alessandro Cressi (PTCC), visitou o irmão no conjunto de favelas da zona morte e ouviu o relato de uma testemunha denunciando uma execução de policiais praticada pelos bandidos durante a operação. " Vou pedir abertura de investigação para apurar se houve essa execução. Se for o desejo da testemunha, podemos executá-la no programa de proteção a testemunhas.". Até o momento, a testemunha não foi localizada inteira.



.

Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.