FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Pesquisadores do Centro Medicinal Desciclopediano Brasileiro descobrem que o sexo cura a gripe. Editar

Ficheiro:Remedio contra a gripe.jpg
República Federativa do Relaxa e Goza - A comunidade científica mundial e as grandes empresas farmacêuticas estão em polvorosa desde que o CMDB - Centro Medicinal Desciclopediano Brasileiro - publicou na renomada revista Naturebba deste mês que o sexo cura quem está gripado. De acordo com a inédita pesquisa, o praticante regular de sexo, quando contrai a influenzza (nome do vírus mutante da gripe) não fica derrubado ou, na melhor das hipóteses, quando sente alguma coisa, é só um leve escorrimento nasal (também chamado de coriza) que pode ser limpado nos pêlos dos seus respectivos parceiros e ainda ajudar na lubrificação.

O fabricante do Doril já entrou com um recurso ultra-extraordinário no STJ, solicitando ao órgão supremo da justiça tupiniquim que se apure, minuciosamente, a veracidade da pesquisa apresentada ao público através da dita revista. A empresa, líder no mercado nacional em venda deste tipo de remédio, estima que, se o brasileiro deixar de ficar gripado e começar a fuder direto, irá perder mais de 500 milhões de reais em vendas só neste último semestre de 2007. O fabricante do remédio antigripal Apracur e do efervescente Sonrisal também prevêem um colapso sem precedente nas indústrias farmacêuticas, crise esta comparada somente ao Crack da Bolsa de Nova York no século passado, e pede aos bons cidadãos, através de meios publicitários que vão de anúncios em jornais, outdoors, inserção da propaganda em horário nobre e publicidade em preservativos que são doados pelo Ministério da Saúde, que nunca façam sexo e nem se masturbem quando estiverem com sintomas como dor de cabeça, dor no corpo e mau estar, pois caso o fizessem, estariam colaborando para o desemprego nas indústrias de remédios mundiais e tirando, com toda a certeza, um emprego de um honesto e esforçado brasileiro.

Indiferente aos incansáveis pedidos dos farmacêuticos, os políticos de Brasília prometem estudar o caso numa Comissão Parlamentar de Inquérito dependendo do montante financeiro envolvido (comumente chamado de propina), assim como abrir uma sindicância interna paralela à CPI da Gripe para averiguar e estudar, inclusive, um caso que há muito preocupa a classe científica mundial, que não consegue desvendar o porquê dos parlamentares brasileiros não pegarem nenhum tipo de resfriado enquanto estão imbuídos dos seus cargos políticos.

Para esta última indagação, o cientista-chefe e presidente do CMDB, Dr. Chlodoaldo Sacatrappho, arrisca um palpite: "todo santo dia eles acordam, tomam um café super-reforçado, vão para o Planalto e fodem com a gente...".

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.