FANDOM


Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ITAPECERICA DA SERRA - Wall Street, Israel -

Ficheiro:Elefantevinho.jpg
A Companhia Vale do Rio Doce, ex-estatal brasileira, continua em seu caminho para o monopólio mundial de minério para levar ferro ao mundo. Após comprar a canadense Inco, vingando a briga entre a Embraer e Bombardier, a Vale ameaça comprar a mineradora e adega Rio Tinto das barbas de sua rival, a BHP Bilington, liderada pelo Dr. Destino.

O presidente e CEO da Vale, o rato de laboratório Cérebro, nega que a Vale esteja buscando o monopólio.


Ficheiro:Cerebrovale.jpg
- Na verdade só queremos conquistar o mundo, algo perfeitamente aceitável numa economia de mercado - disse Cérebro na coletiva a imprensa. - Não tenho interesse nenhum em minério de ferro.


A Vale ofereceu 10 zilhões de dólares pela Rio Tinto. Analistas do mercado afirmam que este valor é devido à safra e o tanino da mineradora. Caso fizessem uma oferta pela Rio Branco seria muito melhor.

Logo em seguida à oferta, as ações da Vale subiram 69% na Bovespa. Especialistas estimam que o preço justo no final do ano seja de R$ 666 a ação.



Fontes Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.