FANDOM


Wario WWare
Mighty the Armadillo é totalmente secundário!


Provavelmente só serve pra encher linguiça na trama


Nascimentoproctologista

Este artigo é comedor de moças!
Este é um artigo que pode te levar para o Lado Azul da Força, se você for gay ou indeciso leia até o fim, que daqui a pouco você estará bebendo com o Jeremias e o Cão .
Mas nem pense em vandalizar, senão Carlos Maçaranduba vai te encher de porrada .

Predefinição:Anti-herói

Predefinição:Perigoso

Ficheiro:Mighty.jpg
Ficheiro:Mightysuper.jpg

Cquote1Experimente também: Demitidos da SEGA Cquote2
Sugestão do Google para Mighty the Armadillo







Sonic Maneiro
Mighty the Armadillo corre pra caralho.

Por isso, tome cuidado ao sair, para ele(a) não te atropelar!

Mighty the Armadillo(também conhecido como Mighty) é um plágio do Sonic tatú que faz parte da Argencia de Detetives Chaotix, mas que após pegar um Fighter com a Sega, foi jogado na rua sem mais nem menos deixando seus colegas na mão e passando a viver do boxe ao lado de Rocky Balboa.

História Editar

Ficheiro:Mightylego.jpg
Ficheiro:Mighty herou.jpg

Mighty nasceu em Angel Islande algum lugar no meio do nada no fim dos anos 90 quando os arcades se tornaram uma febre mania psicótica consumida por adolescentes que não tinham grana nem pra comprar um Atari. Mighty vivia sozinho numa cabana de palha comendo côco frito enquanto lia revistas pra macho; Durante uma noite em que Mighty estava se masturbando distraido, o malígno Dr. Robotnik Senhor Barriga o confundio com o Seu Madruga e lhe exigiu o pagamento do aluguel da cabana por ele não ter renda monetária comprovante de residencia para provar que o barraco era dele; como Mighty não tinha grana acabou indo pra cadeia, onde conheceu Ray(esquilo gay que havia participado de um esquema com Michael Jackson) e Sonic(o famoso ouriço da Sega que havia sido sequestrado após ter se tornado mais famoso que o encanador bigodudo). Numa tentativa desesperada de sair da cadeia, os três se aliaram e planejaram uma fuga que os levou a passar por magma vulcânico, areia movediça, caverna do Dragão congelante e base neonazista, tudo pela liberdade; infelizmente Ray desapareceu misteriosamente na destruição da base sem ser percebido pelos seus colegas(agora seja! Sonic e Mighty foi que não aguentaram tanta viadagem da parte dele durante a fuga que detonaram a bomba enquanto Ray ainda estava la dentro da base). Depois disso Mighty resolveu se tornar comparce de Sonic, mas logo o deixou e entrou para os Chaotix já que estes estavam pagando a ele o dobro do que a Sega lhe pagava para trabalhar com o rato de gel.

Seu Susseço(e fracaço) Editar

A carreira de Mighty, segundo dados de uma revista japonesa editada por um noob da Sega, pode ser compreendida claramente sendo dividida em três etapas:

Antes de entrar pros Chaotix Editar

Ficheiro:Mightylino.jpg

Mighty já trabalhava pra Sega e teve sua primeira aparição em um jogo para Arcades(para agradar tanto a gregos quanto a troianos). Em SegaSonic the Hedgehog, Mighty conta como conheceu Sonic se tornando seu primeiro comparce de aventuras suicidas juntamente com Ray(como já foi dito acima); Com isso a Sega viu o quanto Mighty poderia ser útil em seus jogos por este ter se mostrado ser macho o suficiente para o que desse e viesse, e por causa disso a Sega resolveu fazer com Mighty o mesmo que haviam feito com Sonic: lhe dar um parceiro de aventuras(no caso de Mighty seria o Ray). Assim como Sonic, Mighty recusou logo de cara aceitar Ray como parceiro sexual(sendo que Sonic ainda viu esperança para a situação anterior de Tails) sendo que chegou até a ameaçar a Sega de morte se esta continuasse insistindo ele a acita-lo). Após a morte de Ray, Mighty deixou a turma do Sonic e foi para a equipe dos Chaotix. Nesse tempo de intervalo conheceu a Rouge, não perdeu tempo e obviamente, comeu-a.


Sendo integrante dos Chaotix Editar

Ficheiro:Mighty anel.jpg

Um dos principais motivos que levou Mighty a se tornar integrante dos Chaotix foi o acrecimo no seu salário como mais um escravo da Sega e a garantia de continuar sendo 100% Cabra-Omi. Durante sua ingreção nos Chaotix, Mighty aprendeu várias coisas que o ajudaram a ser um cara mais discolado e ainda mais BadBoy. Com Espio, ele aprendeu como ser só mais um personagem secundário e esquecido por todos os fanaticos gamisticos alem de aprender todos os segredos das artes marciais dos antigos espíritos dos ninjas hentais. Com Vector, ele aprendeu a ser um ganancioso-mão-de-vaca-pão-duro-ambicioso-por-grana(o que lhe ajudou a aumentar ainda mais o seu salário) e também a desvendar casos policiais lendo os romances de Sherlock Homes. Com Charmy ele não aprendeu porra nenhuma, fora o fato de que quando você é uma abelhinha infanto-juvenil parente de Zuzubalândia, pode ser usado como um saco pancada.


Depois de deixar os Chaotix Editar

Ficheiro:Mightywow.jpg

Mighty nunca pensou em deixar os Chaotix; daí você faz a seguinte pergunta: ENTÃO, POR QUE DIABOS O MIGHTY SAIU DOS CHAOTIX???. Para todas as ocasiões ruins há sempre um responsável(que nesse caso foi a Sega). Após ter feito uma carreira de susseço em Knuckles Chaotix, Mighty passou um bom tempo no banco reserva juntamente com o resto da galera dos Chaotix, até a Sega recontrata-los para ajudar a galera do azulão assassinarem o Dreamcast. Mighty achou aquilo uma besteira e mesmo sabendo que assassinar consoles ultrapassados fazia parte da sua lista de Coisas de Macho ele se recusou a faze-lo. Cansada dos cri-cris de Mighty, a Sega o enchotou pro olho da rua triplicando o salário de Espio, Vector e Charmy que aceitaram(sem pensar duas vezes) fazer parte de Quadrilha Sonic Heroes assassinando não apenas o Dreamcast como também vários robôs-noobs, um velho obeso e um clone metálico boiola dando uma de fodão. Mighty nunca perdoôu a Sega por isso(e planejou sua vingânça).


Seu reconhecimento fora dos games Editar

Ficheiro:Mighty card.jpg

Mighty é o tipo de cara que até mesmo depois de desempregado continuou mundialmente famoso(em sua maioria pelos trombadinhas) nas escuras e abandonadas ruas periféricas de Los Angeles. Após um tempo fazendo bico e vendendo larajas em quitandas, Mighty viu uma nova chance de voltar a trabalhar com a trup do Sonic sem a chata da Sega tentando lhe atrair para o Lado Rosa da Força: Entrando para os mangas da Archie DC Comics, com tudo, sua carreira nos HQs foi por tempo limitado pois como os enredos das histórias não tinham porra nenhuma de semelhança com os games, a Sega entrou com um processo contra a DC e cancelou a merda da revistinha(Mighty ficou ainda mais "p" da vida com a Sega). Despojado pela segunda vez da turminha do Sonic(graças a Sega), Mighty se aliou a Nintendo e estragou os planos da Sega de tentar alienar dominar o mundo, dando início a Terceira Guerra Gamística(claro que no final das contas a Nintendo bobeou e a Sega contra-atacou com Weresonic vencendo o Fighter). Depois disso Mighty resolveu frequentar um barzinho juntamente com Fang, Bark, Bean, Mecha Sonic e outros otários desempregados da Sega que não sabiam fazer mais nada que não fosse lutar contra/ao lado de Sonic (ou não).

Sua situação atual Editar

Ficheiro:Mighty macho.jpg
Ficheiro:Mighty2006.jpg

Mighty está de volta a Angel Island Los Angeles ainda tomando uns drincks num barzinho para demitidos, sendo que a Sega(juntamente com a Nintendo Fox Films e a Sonic Team) estão pensando em recontrata-lo para fazer o primeiro e único filme dos Chaotix(com a participação especial de Chuck Norris). Alem disso a Sega também está pensando em criar o primeiro jogo solo de Mighty - que claro, assim como Sonic e Shadow, leva o seu próprio nome - tirando como enredo toda a sua vídia & óbria, transformando-o no Lobo Solitário dos Chaotix. Com tudo Mighty ainda continua muito macho frequêntando ultimamente uma clínica pra aplicar bomba um ringui de boxe lutando ao lado de Rocky Balboa e Chuck Norris(e não pretende sair dessa tão cedo).

Ver também Editar

Mighty the Armadillo é do Clube da Luta ou também do CDL!!!

...e sabe fazer sabão!!!
Não fale sobre o Clube da Luta, pois Tyler está de olho...

Predefinição:PremioNobel
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.